jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TRABALHO

Seminário trata da demanda de qualificação profissional na região do Caeté

Por Redação - Agência PA (SECOM)
18/08/2015 13h08

Identificar as demandas de qualificação social e profissional dos municípios da Região do Rio Caeté foi o objetivo do Seminário Regional de Planejamento para Identificação de Demandas de Qualificação Social e Profissional, realizado nesta terça-feira, 18, em Bragança. A ação, promovida pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), contou com a participação de cerca de 100 pessoas entre representantes das secretarias municipais de trabalho e emprego de 10 municípios da região e das comissões municipais de emprego.

"Esse momento é muito importante, pois o Governo do Estado está indo até os municípios para ouvir quais são as suas necessidades de qualificação profissional, e isso é algo que nunca aconteceu antes", ressaltou o prefeito de Bragança, Padre Nelson Magalhães.

Dados do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), apontam que somente no primeiro semestre de 2015, foram admitidos na região do Caeté mais de 6 mil trabalhadores, a maioria nos setores de comércio, pecuária e agrícola. Os municípios de Capanema e Bragança aparecem como os que mais admitiram trabalhadores em 2014.

"No atual cenário de crise pelo qual o país está passando é necessário investir na qualificação profissional, para garantir e manter a vaga de emprego do trabalhador. Desta forma, a região do Caeté tem muito potencial nas áreas de extrativismo vegetal, lavoura, pecuária e o turismo", disse o secretário adjunto de trabalho e emprego da Seaster, Everson Costa.

A secretária municipal de trabalho e promoção social de Bragança, Cristina Costa, parabenizou o governo do estado por proporcionar um momento onde o município pode participar do planejamento de um plano estadual de qualificação. "Esse é o momento único que nós dos municípios devemos cumprir nosso papel e informar quais as nossas demandas, e que elas possam alcançar aquele trabalhador que está desempregado e principalmente aquele que perdeu sua vaga de emprego por falta de qualificação", disse.

A diretora de qualificação e empreendedorismo da Seaster, Ruth Campos, explicou como os municípios devem preencher o formulário com as demandas em conformidade com as necessidades de qualificação nos municípios, dentro da sua realidade, para que se possa garantir o acesso dos trabalhadores às vagas de emprego, por meio da qualificação.

"Esse seminário foi fundamental para esclarecer como devemos preencher o formulário de acordo com a realidade do mercado de trabalho dos municípios, para que possamos garantir uma vaga de emprego para todos", destacou Alessandra Benaia, secretária municipal de assistência social do município de Peixe-Boi.

jogatina Mapa do site