jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TERRAS

Secretaria dos Povos Indígenas e lideranças discutem estratégias para fortalecer autonomia de território Kayapó

Por Governo do Pará (SECOM)
02/02/2024 16h24

Gestores, autoridades e líderes indígenas discutiram estratégias para fortalecer autonomia do território Kayapó durante a Assembleia Geral da Terra Indígena Kayapó, realizada na Aldeia Gorotire, município de Cumaru do Norte, no sul do estado. A secretária dos povos indígenas do Pará, Puyr Tembé, participou do evento. Lá foi validado o Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) e o protocolo de consulta, um passo significativo para contribuir com a formação da Política Nacional de Gestão Ambiental dos Territórios Indígenas (PNGATI).

Além da presença da Sepi, o encontro contou com a participação do líder indígena Raoni Metuktire, do prefeito de Cumaru do Norte, Célio Cordeiro, da Associação Floresta Protegida, representantes da FUNAI, Ministério dos Povos Indígenas, SESAI - Ministério da Saúde, dentre outros.

O PGTA, principal instrumento de gestão da PNGATI visa valorizar o patrimônio material e imaterial indígena, promovendo estratégias, ações e projetos de interesse das comunidades. Busca, também, a recuperação, conservação e uso sustentável dos recursos naturais, garantindo a melhoria da qualidade de vida e as condições de reprodução física e cultural das gerações presentes e futuras.

Puyr Tembé destacou a relevância do protocolo de consulta e sua contribuição para a demarcação das terras indígenas. "É um momento histórico na Aldeia Gorotire. Pensar nesse protocolo que eles estão criando e com isso a gente ter um resultado para que possamos, também, apresentar na COP30. Estamos acompanhando esse momento importante para fortalecer a luta pelo território, para fortalecer o bem viver dos povos indígenas.", afirmou Puyr.

A coordenadora regional da Funai de Redenção e cofundadora da organização ANMIGA, O-e Kaiapó, enfatizou a relevância do protocolo de consulta como uma ferramenta essencial para o povo Kayapó e para o estado, município e bem viver da comunidade. "É uma ferramenta de benefício e de construção para o bem viver do povo Kayapó".

Está prevista a realização de novos encontros entre a comunidade e autoridades para a articulação dos pontos que serão incluídos no PGTA. Essa etapa destaca o compromisso do governo do estado com a participação ativa da comunidade na definição de estratégias e ações que fortaleçam a gestão do território indígena Kayapó, promovendo uma abordagem colaborativa e inclusiva para o desenvolvimento sustentável.

jogatina Mapa do site