jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
ORIENTAÇÃO TÉCNICA

Emater incentiva produção de açaí em Inhangapi

Além de capacitar os produtores rurais, órgão estadual também orienta sobre o acesso às políticas públicas do Governo Federal voltadas para a agricultura familiar

Por Ascom (Ascom)
29/01/2024 10h47

Com apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), pequenos agricultores extrativistas, quilombolas e ribeirinhos do município de Inhangapi, no nordeste paraense, têm obtido experiências exitosas no plantio de açaí.

A Emater, por meio do Escritório Local no município, realiza visitas técnicas às propriedades proporcionando treinamentos e Dia de Campo para trocas de experiências com o objetivo de capacitar os produtores rurais no manejo do alimento; e ainda orientações de acesso às políticas públicas do Governo Federal direcionadas ao desenvolvimento e fortalecimento da agricultura familiar.

Em Inhangapi, o açaí é a principal cadeia produtiva. A produtividade do fruto é de 6 toneladas/hectare e movimenta R$ 50 milhões por ano no município. São 3 mil hectares de açaí de várzea e cerca de mil hectares de açaí irrigado. A Emater leva atendimento para cerca 900 agricultores, cada um tem aproximadamente 3 hectares de plantio.

Uma ação da Prefeitura para incentivar ainda mais a cadeia produtiva do alimento, consiste na distribuição de mudas de açaí nos primeiros meses do ano, para produtores rurais de Inhangapi. A Emater é parceira do projeto capacitando os agricultores para o plantio, prestando assistência técnica contínua até a colheita do fruto.

A ação da Prefeitura existe há 26 anos. Em 2024 foram entregues 100 mil mudas do fruto para 300 famílias. Antes da entrega, as mudas são cultivadas no viveiro do município.

Há 15 anos, o agricultor Simão Leite, 65, iniciou o cultivo do açaí por meio das doações do fruto pela Prefeitura e recebeu assistência técnica da Emater. No início ele recebeu mil mudas da prefeitura, hoje o produtor conta com 25 hectares plantados.

“A Emater foi muito importante em todo este processo de desenvolvimento da produção, no início do nosso plantio de açaí, o órgão esteve presente nos orientando. A gente começou plantar sem irrigar e morria muito, morria 70% do que a gente plantava. Depois começamos a receber importantes orientações dos extensionistas da Emater, e a partir daí nós começamos a irrigar e hoje estamos com 25 hectares plantados. O nosso açaí na região é o único que está produzindo”, contou o produtor Simão Leite.

Já o agricultor Pedro Menezes planta açaí há dois anos e já prospecta bons resultados. “O produtor não pode viver sem assistência técnica. Há dois anos eu planto açaí, e tenho acompanhamento da Emater com orientações e posso dizer que tudo está indo bem. Ainda não tenho produção de frutos, mas num futuro bem próximo acredito que terei uma excelente colheita devido às informações que recebemos continuamente da Emater”, destacou.

“A Emater tem sido muito importante nessa ascensão do produtor de Inhangapi, ajudando a melhorar a atividade nas propriedades, isso resulta em boa produtividade e diretamente na renda do agricultor”, disse chefe do Escritório Local da Emater em Inhangapi, Luiz Augusto Góes. “Somos gratos pelas parcerias que fortalecem nosso trabalho como a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Agricultura, o Banco do Brasil, o Banco da Amazônia (Basa), o Sindicato do Produtor Rural e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais”, destacou o servidor da Emater.

Texto: Sarah Mendes - Ascom/Emater Pará

jogatina Mapa do site