jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
AGRICULTURA FAMILIAR

Em Tomé-Açu, governo, sociedade e agricultores debatem produção de dendê em SAFs

O objetivo é estruturar uma política pública estadual voltada à difusão e expansão do cultivo de palma de óleo em Sistemas Agroflorestais

Por Carol Menezes (SECOM)
18/12/2023 18h08

Cerca de 200 profissionais, estudantes, gestores públicos, pesquisadores, representantes da sociedade civil e do Terceiro Setor e agricultores familiares de 13 municípios paraenses debateram sobre as oportunidades e desafios do modelo de produção familiar durante a programação “Oportunidades e desafios da produção de dendê em sistemas agroflorestais na agricultura familiar do Vale do Acará”, realizada em Tomé-Açu, na região Nordeste, pelo Governo do Pará, via Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (Seaf), Prefeitura e outros parceiros, nos dias 15 e 16 de dezembro.

O objetivo do evento foi estruturar uma política pública estadual voltada à difusão e expansão do cultivo de palma de óleo por meio de Sistemas Agroflorestais (SAFs). As ponderações das mesas temáticas subsidiaram os debates em plenária. De maneira geral, houve consenso de que o sistema produtivo é viável para os imóveis rurais de parte dos agricultores familiares da região, tem conexão com outras políticas públicas do Estado, traz benefícios ecossistêmicos, gera renda e contribui com a segurança alimentar e nutricional, além de promover a diversificação produtiva na agricultura familiar, reduzindo riscos de infestações de pragas e doenças do dendê.

Já foram implantados cerca de 15 diferentes arranjos produtivos testados em campo, o que diminui os riscos de conflito, coloca a produção de dendê em um sistema produtivo diversificado e proporciona ganhos reputacionais para a cadeia da palma de óleo do Pará.

“Integrar a produção de alimentos ao cultivo do dendê sempre pareceu uma utopia, mas hoje é uma realidade que avança na agricultura familiar do Vale do Acará. O seminário foi um grande passo para ordenamento e impulsionamento da agricultura familiar com a expansão do dendê em SAFs biodiversos”, avaliou o titular da Seaf, Cássio Pereira.

Desafios - A maioria avaliou que ainda há muitos desafios a serem superados para a expansão e consolidação deste modelo de sistema de produção, tanto na cadeia produtiva como em outros setores ligados à agricultura familiar. A principal recomendação do seminário foi a necessidade de ampliação do debate e o estabelecimento de uma articulação interinstitucional para discutir e propor uma agenda positiva para este sistema de produção que consolide uma política pública estadual para superar os desafios da agricultura familiar e promover a difusão, expansão e consolidação do cultivo de dendê pelos sistemas agroflorestais no Pará.

Edivan Carvalho, pesquisador e coordenador do Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) no Pará, destacou que “as discussões, debates e visitas técnicas, bem como a participação da diversidade de atores, possibilitaram aprofundar os conhecimentos técnicos sobre o sistema produtivo e as recomendações e resultados dos debates. Serão importantes subsídios para que o Estado do Pará, os municípios do Vale do Acará e demais atores da cadeia desenvolvam políticas e ações para potencializar este sistema produtivo”.

jogatina Mapa do site