jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SAÚDE E CULTURA

Sespa encerra participação na Feira do Livro com mais de 2.800 vacinas aplicadas

Além da imunização contra várias doenças, a Secretaria ofereceu espaços de inclusão para pessoas com autismo

Por Melina Marcelino (SESPA)
17/09/2023 19h20

Durante toda a programação da 26ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, em Belém, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) vacinou mais de 1.300 pessoas, aplicando 2.808 doses de vacinas contra meningite, difteria, tétano, Covid-19, sarampo, caxumba e rubéola, Influenza e HPV (Papilomavírus Humano).

Jaíra Ataíde, coordenadora de Imunização da Sespa, ressaltou que “a vacina chega cada vez mais próximo da população, e é grande a adesão das pessoas. A procura da vacina bivalente, que é uma vacina importante para fechar o esquema vacinal, tá sendo bem grande. Para nós está sendo muito boa essa interação da vacina com a população”, avaliou a coordenadora.

Ficar imunizado contra alguma doença pode ser visto como um presente. Matheus de Campos foi passear na Feira e aproveitou para se presentear. “Hoje eu estou completando 20 anos. O meu presente é uma vacina. Sabemos que a vacina salva e traz a nossa tranquilidade, que é a saúde. Pra mim, é uma alegria poder vir aqui no meu aniversário e me vacinar”, contou.

Espaços de inclusão - Além da vacinação, a Sespa promoveu a Estação Inclusiva, um espaço da Coordenação Estadual de Políticas Para o Autismo (Cepa), vinculada à Secretaria de Saúde Pública, que propôs uma experiência sensorial de acessibilidade imitando uma calçada com alguns obstáculos. Foram oferecidos acessórios para simular as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A atividade atraiu cerca de 100 pessoas por dia.

O estande da Estação Inclusiva também abriu espaço para a Feira do Empreendedorismo Inclusivo, projeto que a Cepa realiza mensalmente, e levou para a Feira do Livro. É um espaço para famílias e associações de parentes de pessoas com TEA comercializarem produtos para os visitantes da Feira. No balanço das vendas, os expositores registraram uma média diária de R$ 600,00.

Mariana Santana, que faz parte da Associação de Pais e Amigos de Castanhal, considerou positiva a participação na Feira. “Tá valendo muito a pena. Bastante pessoas estão parando aqui no estande. A gente tá sendo bastante divulgado. Nosso trabalho tá sendo reconhecido e valorizado”, informou.

jogatina Mapa do site