jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
FOMENTO

Fapespa garante mais de R$ 17 milhões para apoio a micro e pequenas empresas paraenses  

Recursos têm parceria do 'Tecnova III', da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para empreendimentos com foco na inovação tecnológica

Por Gustavo Pêna (FCP)
15/05/2023 11h00

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) garantiu mais de R$ 17 milhões para o apoio a micro e pequenas empresas paraenses que tenham foco na inovação tecnológica. Grande parte do recurso foi conquistado nacionalmente através de proposta da Fundação aprovada pelo programa Tecnova III, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Em parceria com as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), o Tecnova tem o objetivo de criar condições financeiras favoráveis e apoiar a inovação para o crescimento rápido de um conjunto significativo de empresas de micro e pequeno porte, com foco no apoio à inovação tecnológica e com o suporte aos parceiros estaduais.

A Fapespa, por meio da Diretoria Científica (Dicet), elaborou a proposta para ser a instituição parceira no Estado do Pará, captando os recursos financeiros junto à Finep e coordenando a implantação do programa e o repasse de recursos às empresas selecionadas, que devem ter faturamento anual de até R$ 16 milhões.

“A participação da Fapespa em chamadas públicas que visam a captação de recursos para fortalecimento do sistema estadual de CT&I são fundamentais para que possamos movimentar a inovação tecnológica nas empresas paraenses. Os recursos para aceleração e internacionalização também irão contribuir para a alavancagem das empresas que serão selecionadas”, explicou o diretor científico da Fapespa, Deyvison Medrado.

Ao todo, a proposta da Fapespa garantiu R$ 13,7 milhões para a execução do programa no Pará, com uma contrapartida financeira de R$ 3,4 milhões oriundos do orçamento da Fapespa. Assim, o volume total de recursos empregados no Programa Tecnova III pela Fundação deve chegar a mais de R$ 17 milhões.

Após o fim da fase de avaliação e contratação da Fapespa como parceira estadual descentralizada do programa devem ser lançadas duas rodadas de editais visando selecionar até 40 projetos de inovação tecnológica em empresas paraenses, com recursos que podem ser utilizados para a implantação, expansão, aceleração e internacionalização.

“A aprovação para execução do Tecnova III será o pontapé inicial do Programa de Inovação Tecnológica em Empresas Paraenses (PITE), uma ação Fapespa que visa fomentar a interação entre o mercado/indústria, universidades e o governo estadual. É mais um fortalecimento da inovação no nosso Estado, fazendo com que as pesquisas científicas sejam orientadas a missões práticas e com propósito claro e direcionado a contribuir com o desenvolvimento econômico do Pará”, disse o presidente da Fapespa, Marcel Botelho.

jogatina Mapa do site