jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
OPORTUNIDADES

Sedeme apresenta painéis sobre potencial mineral, energético e base produtiva na Fipa

No Hangar, a Feira reúne os mais diversos setores da indústria paraense, proporcionando contato do público com as riquezas produzidas no Estado

Por Caroline Rocha (SEAP)
21/10/2022 20h55

No terceiro dia da programação da XV Feira da Indústria (Fipa) 2022, nesta sexta-feira (21), o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), apresentou painéis sobre projetos vinculados à Diretoria de Indústria Comércio e Serviços, Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral e Diretoria de Energia.Os painéis apresentados pela Sedeme mostraram o trabalho do Estado no desenvolvimento da indústria paraense

Com o tema “Aqui tem Indústria”, a XV Fipa reúne os mais diversos setores da indústria paraense, proporcionando o contato do público com as riquezas produzidas no Estado. O evento é promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), e conta com a participação do Governo do Pará em dois estandes. O primeiro está sob a responsabilidade da Sedeme, que tem uma importante atuação no fomento à indústria no Pará. O segundo estande reúne projetos de outros órgãos do Governo, como Adepará (Agência de Defesa Agropecuária), Codec (Companhia de Desenvolvimento Econômico), Sectet (Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica) e Fapespa (Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas).

Para Alessandra Costa, que assistiu aos três painéis apresentados por técnicos da Sedeme, os conteúdos abordaram conhecimento sobre novos mercados. "Eu sou empreendedora, mas meu negócio não tem nada a ver com a indústria. Mas vim para ampliar conhecimento, meu leque de visão, já que temos que ficar sempre nos renovando. Para a pessoa que está no segmento da indústria são muito importantes palestras como essas da Sedeme, pois para mim foi incrível, já que eu entendia muito pouco, sendo algo inovador. Eu saio com muita informação e muito feliz", disse Alessandra.Um dos estandes do governo do Estado com informações sobre oportunidades de investimentos

Base produtiva - No painel apresentado pela Diretoria de Desenvolvimento da Indústria Comércio e Serviços (DDICS), responsável por abrir a sequência de apresentações da Sedeme nesta sexta-feira, foi abordado o tema “Transformando a base produtiva (mercado, comércio exterior, crédito do produtor e MPEs - Micro e Pequenas Empresas)”, com ênfase em MPE, MEI (Microempreendedor Individual), empresas de pequeno porte, indústrias, fábricas, cooperativas e produtores dos mais diversos portes e segmentos.

De acordo com Rafaela Pimentel, diretora de Projetos Estratégicos da DDCIS, "a nossa intenção com essa apresentação é levar mais informação para as indústrias sobre o portfólio de ações e serviços que a DDCIS tem. Estamos muito ligados às cadeias produtivas do Pará, mas também a todo o processo de verticalização industrial e toda a temática de comercialização desses produtos ao mercado consumidor. Queremos mostrar de que forma a Sedeme pode atender aos empreendimentos, sendo um local de recepção aos novos empreendimentos, já que temos todas essas diretrizes com o foco de industrializar o Estado, com um leque de ações para atribuirmos, e também sendo um agente de articulação".

O painel da Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral (Digem) apresentou o tema “Oportunidades de Negócios para o Setor Mineral no Pará”, mostrando novos caminhos para investidores, incluindo a aplicação de recursos em novos projetos.A Fipa é promovida no Hangar pela Fiepa, com apoio do Governo do Pará

Poliana Gualberto, diretora da Digem, disse que o objetivo foi "mostrar o potencial mineral do Pará, os projetos com possibilidades de novos investidores para ajudar na sua implantação, além dos projetos que já estão operando, objetivando que na cadeia produtiva mineral possa ter oportunidades de negócios para os fornecedores, como serviços de manutenção e capacitação de profissionais da área, abrindo um leque de oportunidades através desse setor".

Energia - A rodada de painéis foi finalizada pela Diretoria de Energia (Diren), com o tema “Política Estadual de Energia”, voltado para representantes de órgãos municipais e líderes de comunidades que precisam do acesso, legalização ou regularização de energia por meio do Programa de Integração Social (PIS).

Para o titular da Diren, Rafael Teixeira, é importante que todos conheçam um evento como a Fipa, para que o governo do Estado, por meio da Sedeme, possa apresentar seus projetos a futuros investidores. “Como a Sedeme é uma Secretaria de fomento econômico, mineral e de energia, nós atraímos investimentos. Então, nós usamos dessa política em vários projetos no que couber ao Estado, em parceria com o Governo Federal, e trabalhando diretamente com a distribuidora, Equatorial Energia, que também está presente na Fipa, e atende em parceria conosco o PIS, programa que leva energia a locais que não têm acesso ou precisam ser regularizados”, frisou Rafael Teixeira.

“Além disso, nós estamos fazendo parceria com a Absolar para aumentar o investimento na fonte de energia fotovoltaica no Estado, pois é uma fonte de energia limpa, e de acordo com o plano do governador Helder Barbalho a intenção é que a emissão de gás carbono seja diminuída no Estado”, acrescentou o diretor.

O evento prossegue até este sábado (22), no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. A programação é voltada à divulgação de produtos feitos por empresas genuinamente paraenses e para o fortalecimento da economia no Estado.

jogatina Mapa do site