jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
ASSISTÊNCIA

Detentos recebem ação de saúde em Santa Isabel e Marituba

Por Redação - Agência PA (SECOM)
04/03/2015 16h30

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) iniciou nesta quarta-feira (4), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), ação de saúde para internos custodiados nos complexos penitenciários de Santa Isabel do Pará e Marituba, na região metropolitana de Belém. Em uma unidade móvel do programa Presença Viva, da Sespa, médicos esperam fazer de 60 a 90 atendimentos por dia.

As consultas são com clínicos gerais, que atendem os internos e prescrevem os remédios para casos menos graves. Em outros casos, os detentos já saem da consulta com uma solicitação de exame, que pode ser feito na rede pública de saúde ou, em suspeita de tuberculose, no próprio laboratório da Susipe.

Os atendimentos diminuem a necessidade da saída dos internos das casas penais, reduzem custos de transporte e priorizam os casos urgentes. “Em ações como essa conseguimos reduzir a demanda nas unidades de saúde e nos hospitais. Vindo aqui prestamos o serviço a que os internos têm direito e consequentemente desafogamos a agenda de atendimento em outros locais”, diz a coordenadora do Presença Viva, Viviane Bernardes.

Até o dia 18 deste mês, a unidade móvel ficará instalada no Complexo Penitenciário de Santa Izabel e receberá os internos dos centros de Recuperação Penitenciária do Pará I, II e III; da Central de Triagem Metropolitana I e da Colônia Penal Agrícola de Santa Isabel. Dos dias 19 a 25, os atendimentos seguem para o Complexo de Marituba, atendendo os internos dos presídios estaduais metropolitanos I, II e III.

Para o médico Marcos Andrade, oferecer atendimentos nesse modelo é importante para o acompanhamento da saúde do interno. “Aqui podemos avaliar as queixas recorrentes deles e impedir que essas enfermidades evoluam”, esclarece, informando que os quadros mais recorrentes são de hipertensão e gripe.

Segundo a gerente da Divisão de Saúde Prisional da Susipe, Ivone Rocha, ações como essa ocorrem mais de uma vez ao ano e fazem parte da parceria com a Sespa. “Temos também o mutirão de saúde, que oferece uma gama maior de especialidades aos internos, além de treinamento e capacitação de profissionais”, explica. Em 2014, mais de 21 mil atendimentos de saúde foram feitos junto aos internos do Sistema Penitenciário do Estado, em especialidades como clínica geral, odontologia e psicologia.

jogatina Mapa do site