jogatina

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SEGURANÇA

Novo sistema de gerenciamento de presos entra em operação no Pará

Por Redação - Agência PA (SECOM)
31/03/2015 17h12

O novo software de gerenciamento de informações da população carcerária do Pará começou a ser operado nesta segunda-feira,30. Após um ano de adaptações em cima do modelo original, oriundo do Estado do Espírito Santo, o Infopen-PA entrou em funcionamento nas 41 unidades prisionais do Estado.

O trabalho para aprimorar e ampliar o acesso de informações oferecidas pelo Sistema Infopen-PA foi realizado pela Divisão de Tecnologia da Informação (DTI), da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). Desde janeiro, treinamentos com servidores das unidades penitenciárias, do Núcleo de Execuções Criminais (NEC) e do Núcleo de Administração Penitenciário (NAP) têm sido realizados.

Nos primeiros dias de funcionamento do Infopen-PA não foram registradas anormalidades no Sistema. Desde que o novo programa foi ao ar, os servidores da DTI trabalham analisando o desempenho da ferramenta e dando suporte a eventuais dúvidas. “Os servidores das unidades, às vezes, ligam com alguma dúvida de funcionamento, mas nada demais. São apenas questões de adaptação até que todos saibam usar a ferramenta plenamente”, disse Gerson Barbosa, coordenador de desenvolvimento do DTI.

Para dar maior agilidade na migração de informações do Siscoop (antigo sistema) para o Infopen, as unidades penitenciárias foram orientadas a atualizar os dados dos internos já cadastrados. A medida garantiu que a atualização das informações se tornasse mais simples. “Nos antecipamos para essa mudança no sistema e isso garantiu que nosso trabalho estivesse adiantado nessa fase. Agora não sofremos com o desencontro de informações, temos dados precisos dos presos. O trabalho está fluindo de maneira muito melhor já que sabemos exatamente onde cada interno está e sua atual condição”, disse a agente penitenciária Karla Azevedo, que trabalha na Central de Triagem da Marambaia, em Belém.

Karla foi uma das servidoras que participaram do treinamento do Infopen-PA. Ela atuará como multiplicadora das informações sobre o novo trabalho na unidade prisional onde está lotada. No total, cerca de 40 servidores desenvolverão o mesmo papel em todas as unidades penais onde trabalham.  Além de agilidade, o sistema trará segurança, já que cada servidor tem uma senha individual. A previsão é que dentro de noventa dias, a contar do início das operações do Infopen, todos os registros de internos que estão custodiados ou que já saíram do Sistema Penitenciário do Pará estejam aptos para consultas.

Com o Infopen, o Pará agora possui um sistema que atende às exigências da lei 12.714, sancionada em 2012. A nova legislação trata do acompanhamento eletrônico da execução de penas, prisão cautelar e da medida de segurança, no qual dados e informações deverão ser mantidos e atualizados em sistema informatizado.

Funcionamento - Diferente do antigo sistema utilizado para gerenciamento de informações de interno, no qual não era possível fazer alterações, o Infopen-PA é inteligente. Essa melhoria na capacidade de gestão trará como consequência direta a produção de informações gerenciais como relatórios e gráficos, que vão ajudar na administração das unidades prisionais.

Com o novo sistema será possível acessar, em tempo real, as informações quantitativas e qualitativas dos internos. Através do Infopen-PA, todos os setores da Susipe que trabalhem com dados de movimentação de internos e até mesmo acompanhem suas situações penais, poderão realizar consultas através de computadores e até smartphones.

O novo software trabalha com a interface direta do sistema LIBRA do Judiciário, possibilitando a visualização de todas as movimentações dos processos, permitindo a produção e impressão do controle de chamada de presos, fornecendo o controle de lotação de cada cela da unidade e outras medidas que dão maiores detalhes sobre a situação processual dos internos, bem como seu histórico dentro do sistema penitenciário.

“A inclusão digital e a nova ferramenta vão modificar tudo. Agora as 41 unidades prisionais do Estado estão conectadas. Todas já têm acesso ao Infopen Pará e serão responsáveis pelo lançamento da movimentação de presos, sendo possível conhecer em tempo real a população carcerária no Pará”, esclarece o superintendente da Susipe, André Cunha.

jogatina Mapa do site